Como fazer vídeo para cursos on-line usando o celular

Como fazer vídeo para cursos on-line usando o celular

Se você deseja saber como fazer vídeo para cursos on-line contando com o uso apenas de seu celular, saiba que existem ferramentas e dicas que podem ajudá-lo amplamente nesse processo.

Ao invés de ser uma opção abertamente de vendas, um vídeo eficaz conta uma história.

Como o Instituto de Marketing Digital observa, as empresas devem utilizar o poder emotivo do vídeo, apelando para as necessidades e os desejos de seus clientes.

Saiba como obter qualidade na hora de fazer vídeo e confira as melhores formas de atingir o seu público-alvo. Em seguida, aprenda a aplicá-lo ao filmar com o seu celular.

Certifique-se de que a introdução se destaque ao fazer vídeo para cursos on-line

fazer video

Assim como é improvável que você clique em um e-mail se não for inspirado por seu assunto, um quinto dos espectadores desistem de um vídeo em 10 segundos se não estiverem interessados ​​no que veem.

Com isso em mente, a introdução do vídeo é de vital importância e deve ser inspiradora, divertida e informativa, para atrair o espectador e incentivá-lo a assistir ao vídeo todo.

Crie um título estimulante

Da mesma forma, o título do seu vídeo deve ser estimulante e chamativo, para atrair a atenção do espectador.

Além disso, ao usar palavras-chave relevantes em um título, é provável que o vídeo apareça nos mecanismos de pesquisa quando os espectadores pesquisarem o tópico.

Concentre-se mais na missão e menos no produto

Ao invés de se concentrar abertamente no produto e em todos os seus benefícios, canalize a mensagem do vídeo para a sua missão.

A Dove, por exemplo, é aclamada por ser especialista em criar vídeos virais emocionais que enfocam menos o produto e mais a missão da empresa.

Torne o seu conteúdo compatível com dispositivos móveis

Com cada vez mais pessoas usando dispositivos móveis para ficar on-line, é imperativo que você saiba fazer vídeo de forma compatível com dispositivos móveis.

Na verdade, de acordo com o YouTube, o consumo de vídeo móvel aumenta 100% a cada ano!

Use o SEO a seu favor

O Google ama conteúdo de vídeo. E uma campanha de marketing de vídeo eficaz deve ter Search Engine Optimization (SEO) em mente.

Para garantir o valor máximo de SEO dos seus vídeos, acompanhe o vídeo com uma descrição bem escrita e marcada com palavras-chave relevantes, para ajudar a impulsionar o SEO do vídeo.

Eduque seu público

Como o Instituto de Marketing Digital informa, uma das formas mais poderosas de implementar o marketing de vídeo eficaz é educar os espectadores.

Muitas vezes, fazer vídeos queoferecem conselhos, informações, dicas e outros conteúdos informativos pode ser mais eficaz do que um vídeo exclusivamente promocional.

Torne o vídeo mais atmosférico com música

A música é uma ferramenta poderosa no conteúdo ao fazer vídeo, evocando uma infinidade de emoções. Não tenha medo de usar uma música em seu vídeo que se encaixe no clima da mensagem e crie um vídeo mais emotivo.

Conheça o Captivate

fazer video

O Adobe Captivate é um software incrivelmente poderoso e fácil de usar por desenvolvedores que procuram fazer vídeo de forma impressionante e profissional.

Se você estiver usando o Adobe Captivate para produzir seu conteúdo e quiser mover os materiais para dispositivos móveis, siga estas dicas para ajudar a produzir uma experiência muito melhor para seu público-alvo.

Eles vão te agradecer! Primeiro, confira algumas mudanças de design

1) Corte o tamanho e o tempo do conteúdo.

Devemos lembrar que a principal experiência do usuário para dispositivos móveis é obter conhecimento por meio de sessões curtas.

  • Colocar todo o conteúdo de aprendizagem em um módulo monolítico é contrário a essa abordagem de design.
  • Ao invés de apostar em cinco a seis objetivos de aprendizagem em uma única e grande experiência, por que não reestruturar o conteúdo para cinco a seis módulos de 10 minutos?

O Adobe Captivate ainda não publica conteúdo adaptável, então você precisará fazer isso sozinho.

2) Reexamine a interface do usuário.

É provável que seu design seja otimizado para um método de entrada de mouse e teclado.

Obviamente, sua experiência móvel precisa ser amigável à tela sensível ao toque. Isso significa observar os elementos e os botões da interface do usuário para garantir que eles forneçam uma área de toque adequada.

 

3) Fragmentar a saída.

O Adobe Captivate é uma ferramenta de design baseada na medição absoluta de pixels. Como tal, não é capaz ou mesmo ciente de design responsivo.

Ele não publica consultas de mídia em seu CSS para ajudar a reposicionar elementos conforme o tamanho da tela é alterado. Por isso, convém considerar a saída de versões de seus módulos que foram projetadas novamente para uma variedade de tamanhos de tela ou taxas de proporção que você precisa segmentar.

Isso pode significar dois a três designs para um grupo de público-alvo básico (um tamanho de smartphone, um tamanho de tablet, um tamanho de desktop), ou quantos forem necessários para atingir os dispositivos apropriados no outro extremo do espectro.

Agora, no básico:

4) Saída via HTML.

É claro que isso não é necessário, mas se você quiser segmentar os dispositivos móveis ao fazer vídeo, você precisará usar um caminho de saída diferente do método SWF para publicar materiais do curso com o Captivate.

5) Otimize suas imagens após a saída.

O Captivate também compacta imagens na publicação. No entanto, alguns módulos publicados recentemente mostram que os gráficos PNG nas saídas do Captivate são um pouco pesados.

É sugerido executar um otimizador em seu diretório de imagens após a saída para obter um pouco mais de seus gráficos e economizar no tamanho do arquivo. Você pode usar outros produtos de software disponíveis gratuitamente para remover metadados, canais extras e economizar de 25% a 30% ou mais no tamanho do arquivo de imagem.

6) Otimizar a experiência do usuário móvel.

As experiências móveis criadas por ferramentas rápidas nem sempre parecem excelentes soluções.

Isso ocorre porque o evento click é usado para interatividade, ao invés de para eventos amigáveis ​​para tela sensível ao toque.

Os modelos de interação usados ​​por essas ferramentas rápidas simplesmente não reagem da maneira que esperamos que as experiências móveis funcionem.

O Captivate está pronto para ajudá-lo a fazer vídeo de forma otimizada para conteúdos móveis e usando seu celular. Então, siga as dicas acima e aposte nele para obter sucesso!