Plataforma LMS

Como instalar a plataforma Moodle?

Rayane
Escrito por Rayane em 13 de junho de 2019
Como instalar a plataforma Moodle?
Junte-se a mais de 1.500.000 pessoas que já acessaram nossos conteúdos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade sobre as novidades do ensino a distância

Saber como instalar a plataforma Moodle pode ser importantíssimo para quem pretende trabalhar com ensino, e a verdade é que isso vale para professores de universidades, para empreendedores e para profissionais que prestam algum tipo de treinamento para terceiros.

Trata-se de um meio que está sempre se atualizando, a fim de proporcionar uma experiência de aprendizagem a distância superior, mas nada adianta se você não souber o que fazer para tê-la nos seus dispositivos.

Assim sendo, a seguir nós vamos te explicar o passo a passo de como instalar a plataforma Moodle, para que você aprenda sem dificuldades e de uma vez por todas esse processo fundamental para a sua atuação. Venha conferir e se surpreender!

Descubra o passo a passo para instalar a plataforma Moodle

1) Primeiro passo – download.

O primeiro passo para você instalar a plataforma Moodle é visitar a página do programa em questão. Nela você pode baixar a versão 2.8 de maneira prática e muito rápida.

É interessante dizer que o download vai acontecer rapidamente, e não demora para você ver no painel de controle da sua hospedagem o zip do arquivo em questão. É hora, portanto, de fazer o uploaddesse arquivo e mandá-lo para a pasta public_html.

Feito isso, você precisa fazer a descompactação do arquivo do Moodle, para que possa finalmente utilizar os seus variados serviços e em suas totais possibilidades.

Vale dizer que existe outra forma de cumprir esse processo, que é subindo o arquivo zip do Moodle na hospedagem, utilizando-se do FTP. Nesse caso você vai acessar o painel de controle só depois, e o fará para fazer a descompactação do arquivo. Nesse caso, você precisa usar um programa como o FileZilla para cumprir todos os trâmites necessários.

2) Segundo passo – instalação.

Uma vez que todos os processos anteriores tiverem sido concluídos, é chegada a hora de você acessar a pasta do Moodle a partir do seu domínio. Podemos usar como exemplo o http:///teudominio.com.br/moodle, que é basicamente o seu endereço voltado para o trâmite de instalação.

Logo na primeira tela você terá que escolher o idioma com o qual prefere trabalhar, e a boa notícia é que, no caso do Moodle, é possível optar pelo Português, especialmente pelo Português BR!

Depois é hora de ver as solicitações da plataforma, que vai te pedir, entre outras coisas, o seu endereço de hospedagem. Aqui você terá que ter um caminho direto para o MoodleData, que é o diretório da plataforma Moodle.

Nele se sabe que estão armazenados os arquivos do sistema que acabam protegidos do acesso do público em geral, e é por isso que é necessário criar fora dessa pasta uma pasta como a public_html, que comentamos previamente.

Quando isso for feito, você terá informações requeridas do seu banco de dados. Nessa etapa é necessário explicar que tipo de banco de dados é o seu, informando o MySQL, assim como o endereço de acesso e o nome que o refere, colocando também a senha e o prefixo para a utilização mais prática de todas as suas tabelas.

Assim, você fará com que haja verificação devida do seu PHP, comprovando se ele está pronto ou não para receber uma nova versão do Moodle. É interessante, aliás, que, após cada momento cumprido, você veja se as etapas estão verdes, porque isso vai te dar o respaldo e a tranquilidade de que está fazendo tudo do jeito certo.

Feito isso, o seu script vai começar a fazer várias verificações importantíssimas no seu banco de dados e também nos dados de acesso que você informou previamente.

Nesse momento acaba sendo gerado o arquivo para configuração de todas essas informações que estarão contidas no seu banco de dados e que permitirão, entre outras coisas, que o Moodle seja acessado da maneira que de fato tem que ser.

Por fim, você vai aceitar todas as cláusulas de licença que forem pedidas, para só aí começar a desenvolver, uma a uma, as tabelas que serão primordiais para que o seu Moodle funcione do jeito que você deseja.

Feito isso, vai ser a hora de você colocar todos os seus dados delogin para entrar na sua plataforma Moodle de uma vez por todas, utilizando sua tecnologia, flexibilidade e possibilidades!

3) Vantagens da plataforma Moodle.

plataforma Moodle oferece, para aqueles que trabalham com ensino a distância, uma série de possibilidades que precisam ser consideradas e pensadas de forma profunda e prática.

São muitos os benefícios e as vantagens dessa plataforma, e, para que você os conheça mais profundamente, vamos listá-los a seguir com clareza e objetividade, facilitando a sua compreensão. Fique ligado:

  • Ela é gratuita, o que significa que você não terá que pagar um centavo para utilizá-la.
  • Ela é utilizada por milhares de pessoas em todo o mundo, o que faz com que ela seja trabalhada e corrigida o tempo todo, algo que facilita a sua evolução.
  • Ela foi desenvolvida justamente para ajudar professores a criar cursos on-line de maneira prática e simples, e de fato funciona muito bem nesse sentido, inegavelmente.
  • Ela pode ser estudada, modificada e redistribuída sem nenhum tipo de proibição ou de restrição, o que é sempre bem positivo.
  • Ela funciona em vários navegadores (Chrome, Opera, Firefox, Internet Explorer, Safari).
  • Ela permite que a unidade de integração seja a disciplina do curso on-line, o que facilita a integração entre estudantes e professores.
  • Ela permite que uma série de atividades de interação sejam realizadas em seu meio, tornando o aprendizado ainda mais intenso.

Como você pode ver, nós citamos apenas alguns dos diferenciais e das vantagens relacionados à plataforma Moodle, que justificam o seu esforço para instalá-la e utilizá-la no dia a dia. Agora que você já sabe como fazer, sugerimos que aprenda como calcular a necessidade de servidor para a sua educação a distância (EaD), e isso ensinamos nesse texto aqui. Boa sorte!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre ensino a distância

Junte-se a mais de 500.000 pessoas que já acessaram nossos conteúdos